Quarta-feira, 29 de Maio de 2013
29.05.2013 - Por Fora de Série, às 12:04
 

Uma pulseira de ouro com mais de três mil anos, encontrada em Portalegre, atingiu o valor de cerca de 606 mil euros (517.875 libras) num leilão da Christie’s. Outras peças, passíveis de figurar em museus, foram igualmente descobertas em meados do século XX, no mesmo local. Com mais de meio quilo de ouro puro, o ‘design’ da jóia permitiu ver os “avanços tecnológicos” utilizados na Idade do Ferro na Europa. Com a introdução do ferro, por volta de 1.000 a.C., tornou-se possível atingir altas temperaturas, necessárias ao trabalho de ourives de então.

A venda de antiguidades rendeu um total de cerca de cinco milhões de euros (4.241.775 libras). A peça estrela foi um falcão egípcio em granodiorite do período Ptolemaico, século 4 a.C., que foi vendida por mais de um milhão e trezentos mil euros (1.125.875 libras). CSB




Comentar
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres