Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014
20.10.2014 - Por Fora de Série, às 16:23

O que aconteceria se um dia levasse o seu filho ou filha de sete anos a almoçar num restaurante destacado pelo guia Michelin? Será que a criança estaria à altura do desafio? Ou, melhor ainda, será que as propostas gastronómicas do ‘chef’ iriam ao encontro das exigências infantis? Todos sabemos que as crianças são sempre exigentíssimas e que, quando insatisfeitas, não têm o menor pudor em atirar-nos à cara a verdade, por mais dura de ouvir que esta seja.

Foi a pensar nisto mesmo que a revista do “The New York Times” se lembrou de convidar seis pequenos críticos gastronómicos a provar as iguarias do ‘chef’ Daniel Boulud, no epónimo Daniel, um dos mais conceituados restaurantes nova-iorquinos. Com um menu de 220 dólares, em média (cerca de 170 euros), para qualquer adulto minimamente educado toda a possível crítica viria, sempre e necessariamente, amparada pelos devidos cuidados e respeitosa parcimónia. Mas as crianças não são assim.

“As crianças gostam de comida que conseguem identificar. O tempero tem que ser suave e simples”, explica Daniel Boulud. No entanto, a ideia aqui não era dar-lhes aquilo a que estavam habituadas, mas sim desafia-las a descobrir novos sabores e novas texturas. E, a avaliar pelo vídeo publicado pela revista, nem se pode dizer que a experiência tenha corrido muito mal... nem muito bem – se quisermos ser totalmente honestos. A ganhar ficou o bife (‘wagyu’, chamem-lhes parvos), as madalenas servidas à sobremesa e o cocktail não alcoólico da entrada que houve mesmo quem classificasse como “o único prato bom” do cardápio. Menos sorte tiveram o ‘hamachi’ fumado com caviar e os raviolis de peito de porco, que receberam comentários tão pouco favoráveis como “isto sabe a sabão! Porque é que eu estou a comer sabão?” ou, mais simplesmente ainda, um longo e sonoro “ughh!”, cuja tradução mais aproximada em português será qualquer coisa como “belheque!”

Críticas aparte – até porque não consta que o ‘chef’ Daniel Boulud tenha ficado muito sentido com as mesmas –, o filme é assinado pelo realizador Jeffrey Blitz (“Spellbound” e “Rocket Science”) e é absolutamente delicioso. IQ

Tags:



Domingo, 19 de Outubro de 2014
19.10.2014 - Por Fora de Série, às 12:00

L326_Lt183.gif

 

Um óleo de João Vaz está entre as peças mais importantes que vão à praça no Leilão de Antiguidades e Arte Moderna e Contemporânea e que tem uma particularidade: metade dos lotes será vendida ‘on-line’. Composto por 950 lotes, 462 podem ser adquiridos presencialmente. Destes destaca-se "Concertando a rede" ou Pescador na praia, um óleo sobre tela com assinatura de João Vaz, cuja base de licitação está nos 50 mil euros. Outro óleo sobre tela assinado por Menez e datado estará à venda a partir de 30 mil euros. Há também um conjunto de vidros, entre os quais uma jarra rara de grande dimensão em pasta de vidro, assinada Gallé, que tem uma base de 20 mil euros.

Da colecção fazem ainda parte porcelana chinesa e europeia, faiança, mobiliário português e estrangeiro, relógios e jóias, pratas e metal prateado, imagens em madeira e marfim, pintura portuguesa e estrangeira, moedas de ouro (portuguesas e estrangeiras), tapetes e esculturas em bronze. As peças podem ser vistas em exposição nos dias 19, das 15h às 20h, e 20, entre as 15h e as 19h e as 21h e 23h, no Palácio do Correio Velho. O leilão presencial decorrerá nos dias 21 e 22, às 21h; a sessão 'on-line' a partir das 10h, de dia 21, às 20h de dia 23, com 488 lotes. CSB

 

Tags:



Sexta-feira, 17 de Outubro de 2014
17.10.2014 - Por Fora de Série, às 19:30

LEVIS-BOX-FINAL-FULL-WOOD-BCKG_s.gif

 

Com peças tão icónicas como os 'jeans' 501's, as camisas Western e os casacos Trucker, a Levi's tem trabalhado, temporada a temporada, para acualizar esses modelos, apresentando versões actuais e irreverentes. Aproveitando a tendência da personalização das peças 'vintage', a marca passa a tocha aos clientes. Quem fizer compras iguais ou superiores a 150 euros nas lojas Levi's recebe agora um 'kit' para personalizar as suas peças de ganga. Pode rasgar, adornar ou desfiar à sua vontade. CLM




17.10.2014 - Por Fora de Série, às 18:30

10.gif

 

Em Novembro de 2011, Garrett McNamara pôs a Nazaré nas bocas do mundo, após surfar na praia do Norte a onda com 23,77 metros. Marca que o fez entrar no livro dos records do Guiness. Agora, a Corticeira Amorim em parceria com a Mercedes-Benz unem-se num projecto de desenvolvimento de uma prancha de surf inteiramente em cortiça portuguesa para o surfista havaiano. Além desta prancha, será fabricada uma outra a partir da espuma usada nas asas dos aviões - material que o próprio Garrett trouxe da Califórnia. Um projecto 100% nacional, que conta ainda com a Polen Surfboards, uma empresa portuguesa, claro, na concepção das duas novas pranchas que serão utilizadas nas ondas da Nazaré.

O “North Canyon Project by Garrett and team” está prestes a começar na Praia do Norte, entre este mês e Novembro de 2014, e conta com a participação de vários surfistas internacionais com vista a estabelecerem um novo recorde mundial. CSB

 

 




17.10.2014 - Por Fora de Série, às 17:50

Bremont_Wood_Set_Hero_New_Crop.gif

 

"Live with Chivalry", é a frase que está inscrita no fundo dos 12 relógios de edição limitada que a Bremont acaba de anunciar, em parceria com a marca de ‘whisky’ Chivas. Inspirados por uma visita à destilaria de Strathisla, os irmãos fundadores da marca relojoeira, Nick e Giles English, criaram uma peça de edição limitada, o relógio Bremont Chivalry. Com bracelete em pele de crocodilo e caixa em aço inoxidável, este incorpora, no fundo do relógio, um pedaço de carvalho utilizado na maturação de whiskies da Chivas e as assinaturas de James e John Chivas, também eles uma dupla de irmãos fundadores. Os 12 relógios de edição limitada vão ser leiloados em diferentes locais e todos os lucros vão reverter para instituições de caridade, sendo que um deles vai ser apresentado num leilão ‘online’, que vai decorrer entre 22 de Outubro e 9 de Novembro. CLM

 

CopperHeroRearCrop_small.gif




17.10.2014 - Por Fora de Série, às 16:42

10659320_640229076085621_6875995008173428388_n.gif

 

Por isso a Fora de Série dedica-lhe toda uma edição especial, hoje nas bancas com o Diário Económico.

Nesta edição o destaque vai para a própria indústria relojoeira, em particular a suíça. Com cada vez menos marcas de relógios importantes a continuarem independentes, e com a recente aquisição da manufactura Ulysse Nardin pelo grupo Kering, alguns observadores questionam-se sobre o futuro das marcas mais pequenas. Afinal, quem são os grandes grupos e qual o seu actual e futuro posicionamento nesta e noutras indústrias de luxo? Nesta edição damos também a conhecer a história da única grande manufactura tradicional ainda detida pelas famílias fundadoras, a Audemars Piguet.

 

destaaque.gif

 

Certamente, se vive na civilização moderna, terá ouvido falar na entrada da Apple numa nova categoria de produtos, a de ‘wearable technology’, com a apresentação do Apple Watch, que vai chegar às lojas no início de 2015. A indústria relojoeira, aparentemente, não ficou assustada. Mas será que tem pela frente uma Crise do Quartzo parte II para enfrentar?

A Fora de Série Especial Relógios coonta também com a contribuição de Fernando Correia de Oliveira, um dos mais conceituados especialistas mundiais em relojoaria.

Se é assinante da edição iPad do Diário Económico, não se esqueça de descarregar a Fora de Série, que oferece ainda uma colecção de vídeos que seleccionámos para si. Se ainda não é, o que espera para fazer parte deste clube selecto?




17.10.2014 - Por Fora de Série, às 12:55

 

Dos sapatos, ao pronto-a-vestir e à alta-costura, passando pela arquitectura, pela fotografia e pelo design, as disciplinas variam, a criatividade impera e o tema é um só: o monograma da Louis Vuitton.

“The Icon and the Iconoclasts”, a colecção que celebra o monograma criado em 1896 por Georges Vuitton, o filho do fundador da marca, já está nas lojas. À semelhança do que aconteceu em 1996, com a colecção inédita criada para a Louis Vuitton por Azzedine Alaia, Manolo Blahnik, Romeo Gigli, Helmut Lang, Isaac Mizrahi, Sybilla e Vivienne Westwood, o célebre ícone voltou, este ano, a ter direito a uma celebração especial. Uma colecção única criada por figuras icónicas de áreas tão distintas como são Christian Louboutin, Frank Gehry, Karl Lagerfeld, Marc Newson, Cindy Sherman e Rei Kawakubo. IQ

 

lv_1.jpg




Quinta-feira, 16 de Outubro de 2014
16.10.2014 - Por Fora de Série, às 15:50

80-siza_cx.gif

 

Esta é uma edição duplamente especial: um Moscatel Favaios 1980 com rótulo desenhado pelo Arquitecto Siza Vieira. Oriundo da região do Douro, o Favaios 1980 é um vinho resultante de uvas de qualidade excepcional, tratadas pelos métodos tradicionais da região. Daqui resulta um Moscatel com um aroma muito intenso, subtilmente cítrico, rico em aromas de noz, figos secos e cacau. As garrafas devem ser guardadas de pé, em local seco e fresco, evitando luz directa. E deve ser servido frio entre 12 e 13º. Depois de aberto, o vinho mantém as qualidades durante um mês. E está à venda em lojas ‘gourmet’ e na Adega de Favaios. CSB 

 

Tags:



16.10.2014 - Por Fora de Série, às 13:50

ANGELO-FLACCAVENTO.gif

 

Conhecido como um dos mais famosos ‘bloggers’ internacionais e também fotógrafo, Scott Schuman do “The Sartorialist”, foi convidado pelo Grupo Luxottica, líder mundial em óculos de luxo para realizar o projecto “Faces by The Sartorialist”, que está a percorrer várias capitais de moda como Nova Iorque, Milão, Rio de Janeiro, Xangai ou Paris. Schuman fotografa pessoas onde os óculos ocupam um lugar de destaque na criação do seu estilo e este trabalho pode ser acompanhado em www.facesbythesartorialist.com e no Instagram@facesbythesartorialist.com. Mas agora o projecto vai passar a contar ainda com a contribuição de uma série de personalidades, das mais diversas áreas criativas e diferentes nacionalidades. A honra de ser o primeiro coube a Angelo Flaccavento, um dos mais respeitados e criativos jornalistas de moda. Aqui Angelo revela a sua relação pessoal com os óculos mas mantém também várias conversas, com pessoas que têm um longo relacionamento com os óculos ou nem por isso, procurando assim captar a essência deste objecto de estilo. A não perder. CSB

 

Tags:



16.10.2014 - Por Fora de Série, às 13:15

Caixa-de-Furos-de-Chocolate.gif

 

O carrocel, a montanha russa e o comboio fantasma faziam parte da tradição da visita à Feira Popular. Para terminar, uns furinhos na caixa da Regina e as mãos cheias de chocolates (uma espécie de rifas dos chocolates que davam sempre prémios, nunca ninguém perdia). Perdeu-se a Feira mais popular de Lisboa, mas não se perderam as memórias da Regina. A marca acaba de lançar uma embalagem para levar para casa, com 20 furos e igual número de chocolates. Composta por sete bolas verdes, cinco vermelhas e o mesmo número de amarelas, uma azul e uma prateada, correspondem-lhes Tabletes de aromas de fruta, Regina Classic, Sombrinhas, Coma com Pão e Tablete de chocolate de leite. E a mais valiosa, uma bola dourada, que premeia o feliz contemplado com uma embalagem de Frutos do Mar. A caixa já está à venda em supermercados e mercearias e promete fazer reavivar memórias e surpreender os mais jovens nos lares portugueses. CSB

 

Tags:



16.10.2014 - Por Fora de Série, às 12:49

 

A boutique Gucci de Lisboa vai receber, na próxima semana, um artesão da casa mãe, em Florença, que irá personalizar peças da marca.

Esta é uma oportunidade única para os clientes e amigos da marca poderem apreciar, de perto, o trabalho artesanal em pele da fábrica florentina da Gucci, um trabalho de excelência que é reconhecido internacionalmente.

O evento terá lugar nos dias 24 e 25 de Outubro, na loja do Tivoli Forum, na Avenida da Liberdade, n.º 180, onde será criado um ‘corner’ especialmente para o efeito. IQ

 

wg_news_artisancorner_1_web_2column.jpg

 

Tags: ,



Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014
15.10.2014 - Por Fora de Série, às 19:35

 

O perfume, todos sabemos, é um clássico. O tema musical é, também ele, um clássico. Baz Luhrmann – “The Great Gatsby”, “Moulin Rouge”, “Romeu e Julieta” – é, à sua maneira, também um homem que gosta dos clássicos. Até a própria Gisele Bündchen pode, de certa forma, ser vista como um clássico. E estes são os ingredientes clássicos da nova campanha da mais icónica fragrância da Chanel: o “N°5”.

 

Chanel-3.jpg

 

Foi em 2004 que Luhrmann se veio juntar à lista de destacáveis cineastas que, ao longo dos tempos, deram o seu contributo para tornar ainda mais célebre o famoso perfume – Ridley Scott, Luc Besson, Kathryn Bigelow, Martin Scorsese... A acompanhá-lo, uma das suas actrizes fetiche: Nicole Kidman (“Moulin Rouge”, “Australia”), mais um dos nomes femininos que ficará para sempre ligado ao “N°5” – a par de outros como Marilyn Monroe, Catherine Deneuve ou Carole Bouquet. Agora, o realizador australiano está de regresso à tela para mais uma colaboração com a Chanel e, desta vez, a cabeça de cartaz é a ‘top model’ brasileira Gisele Bündchen.

 

Chanel-2.jpg

 

“O ‘N°5’ é muito mais do que um perfume. O ‘N°5’ é, de facto, todo um emblema da Chanel”, refere Baz Luhrmann. O cineasta lembra toda a história e histórias em torno do “N°5”, como seja o caso dos soldados norte-americanos que, a seguir à Segunda Guerra Mundial, o trouxeram para casa para oferecer às suas namoradas, ou a célebre frase atribuída a Marilyn Monroe que, supostamente, para dormir usava apenas uma gotinha de “Chanel N°5”. Em suma, diz, “a iconografia ligada a este perfume vai muito além do próprio perfume”. Naturalmente, este foi um dos motivos que o levou a querer fazer parte desta história em 2004 e, uma década depois, voltar a assinar mais um capítulo da mesma.

 

Chanel-1.jpg

 

E, se há dez anos, Luhrmann contava a história de uma mulher que, depois de romper com a realidade, optava por regressar à mesma e renunciar ao desejo, em "The One That I Want" segue precisamente o caminho oposto e retrata alguém que decide seguir o que manda o coração. Ao lado de Gisele Bündchen, o actor holandês Michiel Huisman (“Game Of Thrones” e “Orphan Black”), num filme cujo design de produção é assinado por Catherine Martin – vencedora de quatro ‘Oscars’ pelo trabalho desenvolvido em “Moulin Rouge” e “The Great Gatsby”. Como pano de fundo, um tema musical de John Farrar, que fez furor em 1978 no filme musical “Grease”. "The One That I Want" dá o nome ao filme de Luhrmann e é aqui reinterpretado, de uma forma completamente inesperada, pelo músico Lo-Fang. IQ

 

 

Tags: ,



Terça-feira, 14 de Outubro de 2014
14.10.2014 - Por Fora de Série, às 13:55

11154053-peter-copping-confirme-a-son-tour-chez-os

 

A dança de cadeiras continua a animar o mundo da moda. Peter Copping, que há duas semanas anunciou a sua saída da Nina Ricci, tendo sido substituído na passada semana por Guillaume Henry, é o novo director criativo da Oscar de la Renta. O rumor já se fazia ouvir há algum tempo mas só ontem a contratação foi confirmada pela marca norte-americana.

Copping, que desempenhava funções homólogas na Nina Ricci, tendo antes passado por casas como a Sonia Rykiel, Christian Lacroix e Louis Vuitton, será o responsável  pela linha conceptual de todos os produtos da marca, reportando directamente a Oscar de la Renta e a Alex Bolen, CEO da casa.

O novo director artístico da Oscar de la Renta deverá entrar em funções no dia 3 de Novembro e apresentará a sua primeira colecção para a marca em Fevereiro do próximo ano. IQ

Tags:



14.10.2014 - Por Fora de Série, às 11:00

CROCHET4b.gif

 

Crochet também é nome de vinho. Um vinho que acaba de receber o ouro da “Pentawards”, o Óscar do ‘design’ de ‘packaging’, na categoria Luxo – Vinho e champanhe. Foi da história da paixão pelo Douro e pelo vinho de Susana Esteban e Sandra Tavares, as enólogas responsáveis pelo Crochet, que Rita Rivotti desenvolveu a ideia: a criação de uma imagem que simbolizasse a amizade e o gosto em comum das duas criadoras, tal como acontecia quando com a antiga tradição que reunia mulheres a fazer crochet.  

Já este ano, em Março, o vinho duriense havia recebido uma medalha de bronze no “Lusos – Prémios Lusófonos da Criatividade”. Quanto ao prémio agora ganho pelo vinho portugués, o ano passado coube ao vodka Absolut. A “Pentawards - worldwide design packaging competition” decorreu no a 9 de Outubro, em Tóquio. CSB




Segunda-feira, 13 de Outubro de 2014
13.10.2014 - Por Fora de Série, às 19:30

 

A ideia foi da Scuderia Ferrari que se lembrou de desafiar  Fabian Oefner, para realizar uma performance com a nova versão do modelo Califorina T.

Na fábrica de Maranello, o jovem artista suíço meteu mãos à obra para dar forma à sua ideia. Combinando vários tons de tinta fluorescente e um sistema de ventilação para projectar o ar a 200km hora, conseguiu pintar a velocidade com todas as cores do arco-íris. E o resultado é surpreendente. Fica aqui o vídeo e o ‘making of’. IQ

 

 

Tags: ,




Recomendamos